sexta-feira, 30 de agosto de 2019

Feira da Luz 2019 - moeda local

A Rede de cidadania convida todos os interessados pelo tema da moeda local a dirigir se ao pavilhão da associação A.MOR, associação para a moeda local de Montemor-o-Novo entre as 20 e 24h.
O pavilhão está na primeira "rua", logo a entrada da rua Manuel da Fonseca, perto do Palco das Tasquinhas.

segunda-feira, 22 de julho de 2019

9 anos, foi no dia 17 de julho

Caros Redistas
Julho é mês de aniversário da Rede. Este ano fazemos 9 anos (!)
Por favor reservem já a data – a ver se nos encontramos todos e temos tempo para conversar.
Vamos celebrar no dia 24 de Julho, que é uma quarta-feira, mesmo ao fim da tarde, no Castelo, junto à Igreja de Santiago, onde já fizemos um pic-nic há uns anos.
A ideia é cada um levar qualquer coisa para comer e beber, incluindo copo e prato e talheres, e um banco ou cadeira para se sentar. E gostávamos de conversar sobre os grupos de trabalho e projectos que estão a funcionar, possíveis desenvolvimentos e cruzamentos entre eles, e sobre outros projectos que alguém queria lançar. E ficarmos a conversar com tempo. O Grupo Coordenador leva o Bolo de Aniversário !

Obrigado a todos
Grupo Coordenador da Rede de Cidadania

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

um desejo para 2019



Para começar bem 2019, gostávamos de refletir com ajuda da mensagem de um consultor/comentador que alguns poderão conhecer, no caso de seguirem a política internacional. Esta pessoa foi um diplomata britânico, era um político em ascensão, especialista nas questões mundiais mais difíceis e demitiu-se do seu cargo em 2003. Carne Ross, é seu nome, escreveu em 2011 “The Leaderless Revolution – How Ordinary People Will Take Power and Change Politics in the 21st Century” ou seja resumidamente como expressa o título em português: “A revolução sem líder” (Bertrand Editora, 2012). Porque falar deste livro nesta altura? Simplesmente, porque Carne Ross oferece para o início do ano, a mensagem, mais encorajadora que alguma vez poderemos ouvir vindo de alguém que esteve “metido até ao pescoço” na política internacional, a saber que existe forma de resgatar a esperança de que um mundo melhor, mais justo e equilibrado está ao nosso alcance.
O que nos diz Carne Ross e o que é que isso tem a ver com a Rede de Cidadania?
Na página 27 do seu livro, podemos ler: “Contudo, nesta crise existencial, eis que é revelado o primeiro ponto de apoio firme na face do penhasco dos problemas intransponíveis. A resposta tanto para a crise pessoal como para a crise coletiva é a mesma. E é simples. Pode ser apresentada por uma única palavra: arbítrio. Ter arbítrio sobre os acontecimentos – a sensação de controlo - é algo drasticamente ausente da condição contemporânea. A sua captura está disponível através de um mecanismo simples: a ação.” Assim chegamos à Rede de Cidadania, onde o que é feito vem da vontade das pessoas envolvidas deixando para trás a sensação de impotência perante os problemas. O individuo revela-se como motor da mudança que ele quer ver no mundo porque “significa que as ações no nosso próprio microcosmo podem ter consequências globais.” (p. 31) Isto é diferente de querer mudar o mundo complexo, tarefa muito difícil e com objetivos quase inatingíveis face à multitudes de problemas de todas as ordens (sociais, ambientais,…).
Agir é assumir os benefícios do debate e da responsabilidade partilhada, oferece uma maior sensação de cooperação, respeito e comunidade com os outros. Permite responder a uma necessidade, muitas vezes esquecida pela atual obsessão de bem-estar material, uma mais profunda sensação e propósitos próprios.
Obviamente, a Rede de Cidadania não se apresenta como salvadora da comunidade, longe disso, sejamos humildes, mas garante aos que se envolvem que localmente e sobre questões com as quais se preocupam, podem ter uma ação, se se-organizarem para tal.
Pelo que para 2019, temos um desejo claro: mais AÇÃO de todos!

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Mercado municipal no espaço provisório

O mercado municipal mudou de instalações para o antigo Matadouro.
A Rede continua presente com os jornais e as trocas (livros, cd, dvd).
Todos os sabados de manhã é um local de encontro e convívio.

segunda-feira, 9 de julho de 2018

8 anos, festa no Mercado no dia 14 de julho

A REDE faz este mês 8 anos !

Vamos comemorar com um almoço no mercado e muita conversa, no Sábado dia 14 de Julho.
Todos são bem-vindos! Se nos puderem dizer até quinta-feira se querem participar, dava jeito, para a organização.
Vamos fazer Gaspacho à sevilhana com carapausinhos fritos.  E precisamos ainda de contributos para : vinho (vinho verde ou vinho tinto), água e sumos, muito tomate maduro, queijinhos, linguiça,  pão, e talvez uma sobremesa.

Até Sábado, pela REDE de CIDADANIA DE MONTEMOR-O-NOVO

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Jantar Km0 20/04/2018

Restaurante “Quinta da Nora” 

Vai ter lugar na próxima 6ª Feira, dia 20 de Abril, às 20:30h, o próximo jantar Km0, no Restaurante Quinta da Nora.

Estes jantares são mensais, e ao longo de ano e meio, têm tido lugar rotativamente num dos restaurantes que aderiram ao menu km0. A partir de Agosto de 2016 e durante alguns meses, os jantares vão ser em Restaurantes que ainda não aderiram ao menu Km0, mas que compõem um jantar todo km0, para um dia combinado. Os jantares pretendem dar visibilidade, de uma forma agradável e convivial,  a este conceito km0 e à sua utilização nos restaurantes do concelho de Montemor-o-Novo. E também, gerar algum movimento que se reflecte no rendimento e na valorização dos produtos locais e da sua utilização na restauração. A ideia é que cada um venha, e traga mais um amigo  – alguém que não conheça a Rede de Cidadania nem o conceito Km0, mas que se interesse e queira conhecer mais. É importante termos participantes, para que os jantares se tornem conhecidos e de facto numa mais valia para os Restaurantes, e também, desta forma, para a produção alimentar local no concelho.
Se quiser saber mais sobre o projecto Km0 em Montemor-o-Novo, veja por favor em:  http://redemontemor.blogspot.pt/ ou km0montemorense.blogspot.pt/
Para estes jantares, as ementas são pré-definidas para que todos os pratos sejam km0 nesse dia, e para que o preço seja razoável e conhecido à partida e é necessário inscrição prévia.
Ementa  Km Zero
Entradas
Pão
Azeitonas
Paio
Cogumelos de coentrada
Prato Principal
Vitela estufada
Sobremesa
Mollotoff e fruta
Bebidas
Água Rede Municipal, Vinho Branco e Tinto. Café
Preço: 15 euros
LOTAÇÃO DO ESPAÇO: 30 PESSOAS

Inscrições: mtpc@uevora.pt até às 20 horas de quinta-feira, 19/04/18. 
Depois desta hora, contacto directo com o restaurante para confirmar se há ainda lugares

(Por favor não utilizar o endereço da Rede de Cidadania para inscrições nos Jantares Km0)

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Assim foi a apresentação....do livro "Ultimas falésias"

Um ambiente simpático e descontraído....
Foto: Paulo Caldeira (Folha de Montemor)
PS: o livro está à venda no Grupo dos Amigos de Montemor